30 de abr de 2010

Atlético X Ipatinga

40 vezes campeão, isto se chama hegemonia!

Dia de festa!
Desde 11 horas da manhã a rua do Peixe já estava lotada!! Esta foto foi de 14:10.

Bandeiras de tamanhos e em locais variados.

Torcedores de todas as raças!




Foram distribuídas faixas e muitos torcedores levaram balões e escudos em isopor como acima...

Enquanto houver uma criança, o Atlético será imortal!



Movimento 105 e Esquadrão Atleticano.


Torcida Sempre Galo.


e mais uma vez a Galoucura dando espetáculo com 2 bandeirões, bandeiras, balões, sinalizadores, faixas transversais etc...



Várias vezes ao longo do jogo a torcida cantava toda junta.






Obrigado Marques!! Fique até o final do ano!

Foto 5. Marcelão Muci
Foto Marques: atletico.com.br
demais fotos: André
Público: 60.703 ingressos (esgotados 6 dias antes)

Atlético X Santos - 4a feira = 46.239
jogo de 5a feira = 32.000
Alguma surpresa????????????????

29 de abr de 2010

Atletico X Santos

Quartas de final - Copa do Brasil - 28/04/2010

Que noite...!

Exceto este setor de cadeiras numeradas do Mineirão...

Ninguem se sentou durante 96 minutos!


A geral, mais uma vez, dando um show... pena que é o seu último mês de vida. Foi a última geral que sobreviveu no Brasil.

A massa é imortal!

Cantou durante todo o jogo... é o maior coral do Brasil!

Galoucura dando show!


Esquadrão Atleticano


e Movimento 105 ainda antes do jogo.


Mais uma vez o espetáculo dos bandeirões.



Resultado final: Atlético 3 x 2 Santos
Público pagante: 46. 239
Fotos: André

26 de abr de 2010

1. História dos Bandeirões


O primeiro bandeirão de Minas Gerais foi nosso! Estreiou no jogo Atlético 2 X 1 Seleção Brasileira, em 1969.


Durante a década de 1970/80, a torcida Galo Táxi utilizava 2 bandeirões de porte médio, que depois ficou para a Galoucura que utilizaou na década de 90.


Depois de muitos anos sem grandes bandeirões em Minas, a Galoucura estreiou, em um jogo pelas semi finais da Copa de 94 entre Brasil e Venezuela, o primeiro bandeirão da "era moderna" em Minas Gerais.


O ingresso do jogo:


Na década de 90 e anos 2000, a Galoucura confeccionou outros 3 bandeirões pretos e o da Galoucura Nova Lima em 2008...


Com destaque para este acima que foi o maior de Minas até a confecção do branco em 2009. A estréia desde bandeirão acima foi incrível. Foi em um clássico. A Galoucura, antes do jogo, subiu o bandeirão abaixo como isca. A torcida adversária caiu e subiu o seu, que era do mesmo tamanho. Assim que ela desceu, a Galoucura subiu este, que era o dobro do tamanho e o maior do Brasil até então... parecia a comemoração de um gol na torcida do Galo.


Outras torcidas também possuem outros bandeirões pequenos e médios, como a Força Jovem que ficava arrastando na geral no início da década de 90, a Candangalo de Brasília e o Esquadrão Atleticano.


O da Torcida Uniformizada comemorativo ao centenário.


Outras torcida ousaram colocar os bandeirões em um bambu que ficavam arrastando na geral, foi o caso da Jovem Fiel em 1983 e da Dragões da FAO na década de 90. Incrível!


No jogo comemorativo ao glorioso Centenário, Atlético 1 x 1 Penharol, estreiou um bandeirão listrado, que lembra muito o da década de 60. Ele estreiou na arquibancada no dia 25 de abril de 201o no Ipatingão.


O mais atual e o maior de Minas Gerais de todos os tempos é o novo da Galoucura que estreiou no Atlético X Flamengo em 2009.

Fontes das fotos:
foto 1: Revista Grandes Clubes Brasileiros, 1971.
foto 2: Revista Galo, n.13, 1998
foto 3: Revista O Cruzeiro, 1969
fotos 4 a 8: Jornal Estado de Minas
fotos 9, 12, 13 e 14: galoucura.com.br
foto 10: Revista do Galo, n.3, 2003
fotos 11, 17 e 20: André
foto 15: candangalo.com.br
foto 16 e 21: organizadasbrasil.com.br
foto 18: Revista Placar
foto 19: panoramio.com